<We_can_help/>

What are you looking for?

<Agrosummit 2021/> Bem-vindos

d

Copyright @ Select-themes

Follow us

Cabinda com níveis baixos de produção de café e cacau

A província de Cabinda tem registo de níveis muito baixos da produção do café e cacau, desde a retoma da actividade, cuja campanha da colheita arrancou em 2020 na aldeia de Chapa, comuna de Dinge, município de Cacongo, cerca de 80 quilómetros a norte de Cabinda.

Cinquenta toneladas foram as metas preconizadas pelos produtores para a safra, nos diferentes campos de produção, nos quatro municípios da província, durante a campanha, 2020/2021.

Em entrevista a Angop, o responsável pelo departamento do Instituto Nacional do Café (INCA) adstrita a Secretaria Provincial da Agricultora, José da Costa, referiu que, até ao mês de Agosto último, foram colhidos 4 toneladas de café e 200 kilogramas de cacau, no município de Cabinda, enquanto na cooperativa do município de Cacongo a colheita foi de 3 toneladas de Café e 528 kg de Cacau.

José da Costa avançou que as políticas para o aumento dos níveis de produção e exportação encontram-se em “estaca zero” por falta de incentivos para alavancar a actividade.

Referiu que é preciso os bancos criarem facilidades para créditos aos agentes produtores. A falta de créditos, preços de compra muito baixos, custos de produção elevados e a pouca a adesão a cultura do café e cacau e o abandono das áreas de produção, são elementos que travam o aumento dos níveis de produção.